História Agora

O mercado de trabalho para o historiador

Quando estamos à procura de um curso superior, um dos aspectos que mais pesam na escolha de um determinado campo de atuação profissional é o mercado de trabalho. A fim de ajudar você, caro leitor, que possa estar indeciso, mostrarei quais são os principais lugares nos quais um historiador atua profissionalmente no Brasil, além da sala de aula como professor que é o mais comum.

MUSEUS E ARQUIVOS

Se você gosta de história, mas quer passar longe de uma sala de aula, uma das opções é trabalhar dentro de um museu ou de um arquivo. Embora existam iniciativas privadas, a grande maioria dessas instituições são repartições públicas, onde é preciso passar em um concurso para exercer a função. O historiador pode ser responsável pela preservação de um acervo, desenvolver pesquisas, realizar exposições, produzir materiais didáticos, promover atividades de extensão, como cursos voltados à comunidade, entre outras atividades. A faixa salarial varia de R$ 1500,00 a R$ 5,000 para quem possui apenas graduação.

CONSULTORIA

Infelizmente, não é qualquer um que consegue trabalhar com consultoria histórica no Brasil, pois o mercado é escasso. Uma possibilidade é atuar em empresas de arqueologia de contrato, que recrutam historiadores para ministrarem oficinas de educação patrimonial em comunidades que estão abrigando escavações arqueológicas. A educação patrimonial é uma etapa obrigatória do licenciamento ambiental de um grande projeto de construção, como pode ser observado na Normativa nº 001, de 25 de março de 2015, do IPHAN. Trata-se de um trabalho interdisciplinar, que envolve arqueólogos, geógrafos, antropólogos, historiadores, entre outros. Para maiores informações sobre arqueologia de contrato, leia este artigo.

PESQUISA ACADÊMICA E ENSINO SUPERIOR

Além disso, o historiador pode seguir a carreira acadêmica, fazendo mestrado, doutorado e pós-doutorado. É um caminho difícil, que além de instável exigirá tempo, esforço e dedicação exclusiva. O historiador desenvolverá a sua pesquisa em algum programa de pós-graduação vinculado a uma instituição de ensino superior, e dependerá da concessão de bolsas de órgãos de fomento à pesquisa, como a CAPES, o CNPq, a FAPESP, entre outros. Os valores variam, mas você pode conferir a seguir o valor das bolsas regulares da FAPESP para ter uma noção:

Fonte: FAPESP.

Com a conclusão do doutorado, o historiador poderá continuar a sua pesquisa em um pós-doutorado ou prestar concurso público para ser professor em alguma instituição de ensino superior estadual ou federal. Neste caso, os salários iniciais podem chegar a R$ 8000,00. O ensino superior privado é outra opção.

Espero que este pequeno artigo possa ter sido útil a você. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, entre em contato conosco.

Robson Bertasso

Acadêmico do curso de História da UFPR. Possui interesse em temas relacionados à História da Historiografia e à História das Ciências Sociais na França. contato@historiaagora.com.br

Comentários no Facebook